segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Vida longa à União Soviética

Foi num dia como esse
que eles deixaram de hastear
nossa bandeira vermelha
e a esperança em terras geladas
desapareceu num toque de gabinete
como um sinistro presente natalino

mas tantos anos depois
ainda tremula a bandeira
em nossos corações
até que um dia
a gigante força operária
com suas mãos trêmulas de fé
faça tremular novamente
nossa bandeira vermelha
sobre a aurora socialista

26.12.2016

por: Antonio Lima Júnior

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

mulher de miragens

deusa de lábios dourados
castiga meus frágeis pecados
com tuas mãos delicadas
faz do teu ventre santuário
e dos meus lamentos vestuário
pro teu corpo nas alvoradas

teus beijos que abrem passagem
pras portas da sacanagem
e ousam avançar
de longe pra tua miragem
acreditando na vantagem
de poder te amar

ilude com o canto da sereia
tua voz me põe na beira
do precipício que traduz
uma queda livre direto
ao coração de concreto
que a tua alma me seduz

25.10.2016

por: Antonio Lima Júnior

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

ponta da língua

quero enconstar
 em ti a ponta
   da minha
    língua

06.02.2014

por: Antonio Lima Júnior

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

tira-gosto

Com a faca
e o queijo
na mão
deixei escapar
finos pedaços
de solidão

01.11.2016

por: Antonio Lima Júnior

terça-feira, 1 de novembro de 2016

O caminho da vida

Escrevo para entender o mundo
e saber o porquê de tantas mazelas
para explicar ao meu amigo Raimundo
que a vida é muito mais que elas

sei que a minha pena nada pode fazer
pois quem faz a história da humanidade
são aqueles que nada tem a perder
que não seja os grilhões da liberdade

por isso risco de tinta vermelha
no papel os caminhos da vida
que segue a luta feito centelha
queimando pequena brasa perdida

no terreno insólito da conservação
fazendo valer a velha esperança
de hastear a bandeira da revolução
e socializar os modos da bonança

31.10.2016

por: Antonio Lima Júnior

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

fastio

dentro da boca
mastiga
pedaços de amor
e saliva
até saciar
a fome
o apetite sexual
palitando nos dentes
teu gozo cabal
com borboletas
no estômago
que só te dão
azia

24.10.2016

por: Antonio Lima Júnior

terça-feira, 18 de outubro de 2016

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Cabeça de nuvem

Cabeça de nuvem
se desprende da terra
vaga pelo universo
infinito como a tua grandeza
no fundo de um copo
de cachaça
que a tua falta
vai descer em cada gole
que eu tomar daqui pra frente


ao eterno amigo Philipe Thayslon (PH)
descanse em paz

12.10.2016

por: Antonio Lima Junior

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

meta

quero escrever um poema
que saia da ponta do lápis
e atravesse a folha branca
parta a mesa em dois
entre na terra
fure a encanação
e vá até o fundo
da alma
fraca
do poeta

06.10.2016

por: Antonio Lima Júnior

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

coração crediário

meu coração,
manchado de batom vermelho
aponta uma ponta quebrada
sem rumo
lenço amassado
documento rasgado
na direção do vento
aos quatro cantos do mundo

camelô
batendo de porta em porta
oferecendo seus restos
a quem interessar
por um preço barato
pago em doze prestações mensais

se vendendo
por um punhado de amor
ou uma dose de cachaça
entre os bairros mais afastados
do centro da esperança

10.08.2014

por: Antonio Lima Júnior

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

vestido florido

sinto em teu pescoço
o perfume da paixão
moça do vestido florido
guarda contigo
o meu coração
dentro dos teus olhos
fechados
dois finos traços
da paixão

17.09.2016

por: Antonio Lima Júnior

domingo, 18 de setembro de 2016

sinuca de bico

o teu sorriso
me chama
e eu
encabulado
pior que em cima
fico atrás do muro

feito beija-flor
após um click
da câmera
imóvel no ar
sem coragem de avançar
e te beijar

fujo
dou a volta
e o teu sorriso
ainda está lá
me chamando

será tarde demais
quando tiver coragem
e o teu sorriso
já terá se apagado?

10.09.2016

por: Antonio Lima Júnior

terça-feira, 13 de setembro de 2016

blind faith

três da manhã
minha taxa de thc
e de álcool no sangue
deixa minha fé
cega
e a faca amolada
corta meus cabelos longos
com suas raízes
encravadas
em meus pensamentos
mais profundos

27.08.2016

por: Antonio Lima Júnior

terça-feira, 6 de setembro de 2016

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

sábado, 20 de agosto de 2016

romances degenerados

quando passa da meia noite
a cabeça roda
feito engrenagem velha
e eu querendo dormir
enquanto escuto as baratas
passando por baixo da cama
com o ventilador cansado
rodando apenas uma banda

penso nos teus lábios
sorrindo feito um grande outdoor
no meio dessa selva de concreto
onde os operários insistem na revolução
enquanto eu desejo apenas
a socialização dos teus beijos

04.06.2016

por: Antonio Lima Júnior

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

coreto da saudade

Foi no coreto
do passeio público
o nosso primeiro beijo
entre os transeuntes
guardas municipais
em suas bicicletas
novinhas
vendedores de picolé
e os pracinhas

assim como as formigas
passeava meus dedos
pela tua pele morena
procurando o doce coração
estampado em teu olhar

deitados no coreto
um homem tocava flauta
e o gato trepado na árvore
olhando os nossos abraços
os óculos se batendo
tocando a sinfonia
dos nossos beijos

17.06.2016

por: Antonio Lima Júnior

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Quinze dias

Amou-me por quinze dias
E eu ainda lembro de você
há trezentos e sessenta e cinco…

04.01.2015

por: Antonio Lima Júnior

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

gosto

era mês de agosto
e eu senti desgosto
por não sentir o gosto
do teu beijo

04.08.2013

por: Antonio Lima Júnior

sexta-feira, 29 de julho de 2016

navegador

vou de barco
entre teus olhos
marejados
nunca dantes
navegados

29.07.2016

por: Antonio Lima Júnior

sábado, 23 de julho de 2016

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Dólar em alta, amores em baixa

Você me prometeu
29 beijos
mas esqueci de cobrar
a taxa de juros do cartão
com o dólar
a quatro reais

27.09.2015

por: Antonio Lima Júnior

quarta-feira, 22 de junho de 2016

à moça que tatuou a capa do unknown pleasures no braço

amortecedor
amortecedores
incalculáveis
na escala Curtis

variações
riscos no mapa
do teu coração
que mais parecem
rabiscos feitos
à lápis
de montanhas

cordilheiras
que impedem de chegar
até você
uma distância
de dois ônibus
com passagem à 1,90

06.10.2015

por: Antonio Lima Júnior

sábado, 4 de junho de 2016

ali

aqui ou ali
na luta de classes
temos que ser fortes
como os socos
de muhammad ali

04.06.2016

segunda-feira, 23 de maio de 2016

esganando sganzerla

com uma rosa na boca
danço tango
em cima do teu coração
manchado de sangue

e tu ainda gritas
"que hombre!"

o delírio em imagens óbvias!

27.04.2016

por: Antonio Lima Júnior

quinta-feira, 19 de maio de 2016

quinta-feira, 12 de maio de 2016

E agora Luís?

a Dilma caiu
a festa acabou
a governabilidade
e o pacto burguês
findaram
a burguesia
se recuperou
e o trabalhador
fraquejou

e agora, Luís?
você acreditou
que seria o bombeiro
da luta de classes
e foi consumido
pelas chamas

12.05.2016

por: Antonio Lima Júnior

terça-feira, 10 de maio de 2016

o bodegueiro

desconfiado
o bodegueiro
não vende fiado
nem conversa fiada

19.08.2013

por: Antonio Lima Júnior

sábado, 30 de abril de 2016

primeiro de maio

(ou ao meu primeiro ano no partido comunista brasileiro)

foi num primeiro de maio
que hasteei
pela primeira vez
a bandeira vermelha
que outrora
muitas mãos carregaram
com sonhos e esperanças
de construir um mundo novo

hoje
novos camaradas
assim como eu
ousam lutar
e ousam vencer
com a bandeira erguida
triunfaremos
e a classe operária
vai ao socialismo!

30.04.2016

por: Antonio Lima Júnior

segunda-feira, 25 de abril de 2016

roteiro coletivo (ou minha vida é uma eterna canção do Fernando Mendes)

eu lia crônicas
você quadrinhos
nós lado a lado
porém desconhecidos
mas sintonizados
pela vontade de ler
os lábios um do outro

25.04.2016

por: Antonio Lima Júnior

quarta-feira, 20 de abril de 2016

páginas machistas

belas
desconstruídas
de bares
(e de luta!)
Veja só
ela é
o que ela
quiser

20.04.2016

por: Antonio Lima Júnior

sexta-feira, 15 de abril de 2016

mutações

aqueles que
outrora foram
esculpidos em carrara
hoje são cuspidos
e escarrados

11.04.2016

por: Antonio Lima Júnior

domingo, 10 de abril de 2016

ontologia do amor

naquele dia
que comprei
"as lutas de classes
na França"
saímos pra beber
trocamos abraços
risadas
conversas
e assim compreendi
finalmente
o materialismo dialético
do amor

05.04.2016

por: Antonio Lima Júnior

segunda-feira, 4 de abril de 2016

eu, robô

eu, robô
cumpro a rotina
batendo o martelo
todos os dias
até que  um dia
nada mais faça sentido
e meu sistema interno
pare de rodar

uma simples máquina
com o destino certo:
afundar
na deep web

27.01.2016

por: Antonio Lima Júnior

terça-feira, 29 de março de 2016

sábado, 26 de março de 2016

corpus tristes

hoje é feriado
e eu dei férias
aos meus lamentos
num sábado caloroso
ventilador
ligado no três
pensando
em você
e na conta
do fim do mês

26.03.2016

por: Antonio Lima Júnior

sábado, 19 de março de 2016

tomando o céu de assalto

enquanto eles
disputam a cúpula
nós derrubaremos a base
desse sistema que insiste
em nos oprimir
diariamente

armados com nossas bandeiras
vermelhas
não aquelas desbotadas
pelo desejo de ser patrão
mas sim com o vermelho pungente
do sangue dos trabalhadores
que deram suas vidas
por um mundo
onde sejamos
socialmente livres
e humanamente iguais

17.03.2016

por: Antonio Lima Júnior

segunda-feira, 14 de março de 2016

essas recordações me matam

Naquela manhã
de terça chuvosa
após acordar
você me falou
um tanto nervosa
que a vida é uma pluma
fácil de voar

08.09.2015

por: Antonio Lima Júnior

quarta-feira, 9 de março de 2016

transversal

lembro-me do transversal 
na tua orelha
que atravessou 
meu coração

todas as noites
sonho com o teu transversal
meus lábios tão próximos
dele
que sentia o gosto do metal

porém
minhas chances contigo
são menores
que o teu transversal
e me contento em olhar
todos os dias
para ele
reluzindo 
dentro de mim
uma paixão transversal

26.09.2013

por: Antonio Lima Júnior

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

joelho

o teu joelho
colado no meu
macio como um
coelho
me fez te amar
naquele dia
em que tomamos
um sorvete de cajá

17.02.2015

por: Antonio Lima Júnior

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

amores de antonioni

armado
com uma câmera
quero ter
estes amores
ao acaso
entre desertos
e castelos
de Gaudí

onde o que menos importa
é entender
o que acontece
mas simplesmente aproveitar
cada momento
quadro a quadro
como num show
do Yardbirds

22.10.2015

por: Antonio Lima Júnior

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

bebidas lácteas

Todos que estão aí
tomando seu todynho
eles tomarão
eu leite ninho

21.12.2015

por: Antonio Lima Júnior

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

joaseiro

feito romeiro
me perdi
eternamente
nas vielas
de juazeiro

02.02.2016

por: Antonio Lima Júnior

domingo, 31 de janeiro de 2016

jovens tardes de domingo

em qualquer
lugar
que eu vá
a solidão
há de me encontrar

nas tardes
de domingo
morgadas
feito mosquito
em águas
paradas

que movem
os moinhos
dos velhos
corações
que teimam em andar
sozinhos

13.12.2015

por: Antonio Lima Júnior

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Lenin Presente!

ele nos deixou
em 21 de janeiro de 1924
mas sua dedicação
segue presente
nas lutas
da classe operária
ainda com o grito
"Todo poder
aos Soviets!"

21.01.2016

por: Antonio Lima Júnior

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Lord Stardust

eu sou um crocodilo
vagando pelo espaço
do armário em que saí
dentro daquele quarto
frio e escuro
onde vivia observando
as moscas sendo comidas
pelas spiders from mars
enquanto escrevia
sonetos sujos e deprimentes

com seus lábios vermelhos
me levou para conhecer
terras nunca dantes
navegadas
por major tom

e foi embora
num gran finale
deixando uma imensa
blackstar

11.01.2016

por: Antonio Lima Júnior

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

chacina

vira comoção
quando a bota
põe os pés
na aldeota

mas haverá
quem tenha pavor
se a chacina
na messejana for?

13.11.2015

por: Antonio Lima Júnior

sábado, 2 de janeiro de 2016

piercing

olhar
teu piercing
no seio
me traz
o receio
de te amar

03.11.2014

por: Antonio Lima Júnior