terça-feira, 28 de abril de 2015

simples amado amante

eu, simples amado amante
guardo as preocupações da vida
numa tampa de refrigerante

por: Antonio Lima Júnior

03.07.2014

domingo, 12 de abril de 2015

Bote fé no amor

Fui tomar banho de rio pensando em você
E quase me afoguei
Encontrei no fundo a chave pro seu coração
Mas ainda não entrei

Você diz que nosso amor é um erro
Que nunca dará certo
Mas bato o pé e tento provar o contrário
E sei que estou perto

Minhas palavras não vão fazer você acreditar
Mas não me canso de dizer
Que eu te amo e não aguento mais
Ficar tão longe de você

Já rezei pra tanto santo que me esqueci
Santo Antônio, Nietzsche, Falcão
Mas nenhum deles foi capaz de fazer
Você escutar meu coração

Mas eu não perco a fé nesta paixão
Porque o amor sempre prevalece
Eu sei que um dia tudo vai dar certo
O futuro ainda tece

28.06.2012

por: Antonio Lima Júnior

sexta-feira, 3 de abril de 2015

Fechado para protesto

Parei de escrever
poesias deprimentes
pois não há tempo
para se lamentar
quando devemos
estar nas ruas.

Adiante, camaradas!
Que a poesia se faça
concretamente
nas calçadas
nas esquinas
nas manifestações.
Que a nossa poética seja
a revolucionária!

20.06.2013

por: Antonio Lima Júnior

quarta-feira, 1 de abril de 2015