segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

amar ela

com seu sorriso
singelo
e seus cabelos
amarelos
você me ganhou

como uma gata
amarela
subiu no telhado
da capela
e me roubou

meu coração
abatido
virou alimento
garantido
pra sua barriga
amarela

29.12.2014

Por: Antonio Lima Júnior

domingo, 28 de dezembro de 2014

sábado, 27 de dezembro de 2014

canela

minha poesia é singela
como os teus lábios
com gostinho de canela

29.10.2013

por: Antonio Lima Júnior

domingo, 21 de dezembro de 2014

detalhes

desenho um coração
em tuas costas nuas
enquanto você dorme
e eu deitado ao teu lado
observando tuas curvas
e o teu respirar

21.12.2014

por: Antonio Lima Jr

sábado, 20 de dezembro de 2014

lençóis frenéticos

A vida
deixa de ser
a mesma
quando se aprende
a não dormir sozinho
e cada noite solitária
traz consigo
a certeza
de que em nossas vidas
é necessário
o acordar
dos corações aflitos

20.12.2014

por: Antonio Lima Jr

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

minguante

o teu sorriso
feito lua minguante
faz de mim
um verdadeiro amante

11.09.2013

por: Antonio Lima Júnior

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

porto de cuba

camarada
não se iluda
a vida é muito mais
que o porto de cuba

10.11.2014

por: Antonio Lima Jr

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

deus dará

deus dará
uma flecha
de sagitário
pros índios
tupinambás
matarem
os gringos
e os otários

14.10.2014

por: Antonio Lima Jr

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

luta de classes

meu amor
ora pequeno-burguês
te chamo pra jantar
no restaurante
japonês

quando não,
é proletariado
amanheço contigo
jogando sinuca
no bar do mercado

07.12.2014

por: Antonio Lima Jr

domingo, 7 de dezembro de 2014

coração

Coração não é panfleto
pra sair distribuindo
a todo mundo
mas coração é copo d'água
não se deve recusar
a ninguém

30.08.2013

por: Antonio Lima Jr

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

iniciativa privada

O meu coração
foi desapropriado
pela iniciativa privada
e criaram
um shopping
no lugar dele.

30.06.2013

por: Antonio Lima Jr

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

À minha ex amada que levou meu livro do Lord Byron

traga de volta
os restos
da minha vida
que você guardou
na sua estante
empoeirada
e nunca tirou de lá

os anos passaram
e eu ainda estou aqui
na escadaria
daquele museu
onde nos encontramos
pela última vez

hoje
estou bêbado
com o cabelo grande
entretanto
continuo
sem um centavo no bolso
e com o mesmo vazio
que você deixou
no meu peito
quando levou
o resto de amor que sobrava
em mim

por isso
reitero
traga de volta
os restos de mim
que deixei em ti
antes que eles estraguem
e não dê tempo de entregar
à quem de fato merece

agradecido

03.12.2014

por: Antonio Lima Jr

astrolábios

quero beijar
teus astrolábios
e ver estrelas
até o amanhecer

21.01.2014

por: Antonio Lima Jr