quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

propaganda enganosa

Meu corpo
minhas regras
todas gastas na viagem
mas já ando tão limitado
que não atendo mais
às minhas vontades

Limito-me em ser
aquilo que não sou
quilos de farsa
um metro e meio de hipocrisia

05.01.2017

por: Antonio Lima Júnior

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

verso estelar

faço constelações
com os sinais do teu corpo
estrelas que iluminam
por anos luz
um coração já morto

04.01.2016

por: Antonio Lima Júnior

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Vida longa à União Soviética

Foi num dia como esse
que eles deixaram de hastear
nossa bandeira vermelha
e a esperança em terras geladas
desapareceu num toque de gabinete
como um sinistro presente natalino

mas tantos anos depois
ainda tremula a bandeira
em nossos corações
até que um dia
a gigante força operária
com suas mãos trêmulas de fé
faça tremular novamente
nossa bandeira vermelha
sobre a aurora socialista

26.12.2016

por: Antonio Lima Júnior

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

mulher de miragens

deusa de lábios dourados
castiga meus frágeis pecados
com tuas mãos delicadas
faz do teu ventre santuário
e dos meus lamentos vestuário
pro teu corpo nas alvoradas

teus beijos que abrem passagem
pras portas da sacanagem
e ousam avançar
de longe pra tua miragem
acreditando na vantagem
de poder te amar

ilude com o canto da sereia
tua voz me põe na beira
do precipício que traduz
uma queda livre direto
ao coração de concreto
que a tua alma me seduz

25.10.2016

por: Antonio Lima Júnior

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

ponta da língua

quero enconstar
 em ti a ponta
   da minha
    língua

06.02.2014

por: Antonio Lima Júnior

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

tira-gosto

Com a faca
e o queijo
na mão
deixei escapar
finos pedaços
de solidão

01.11.2016

por: Antonio Lima Júnior

terça-feira, 1 de novembro de 2016

O caminho da vida

Escrevo para entender o mundo
e saber o porquê de tantas mazelas
para explicar ao meu amigo Raimundo
que a vida é muito mais que elas

sei que a minha pena nada pode fazer
pois quem faz a história da humanidade
são aqueles que nada tem a perder
que não seja os grilhões da liberdade

por isso risco de tinta vermelha
no papel os caminhos da vida
que segue a luta feito centelha
queimando pequena brasa perdida

no terreno insólito da conservação
fazendo valer a velha esperança
de hastear a bandeira da revolução
e socializar os modos da bonança

31.10.2016

por: Antonio Lima Júnior

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

fastio

dentro da boca
mastiga
pedaços de amor
e saliva
até saciar
a fome
o apetite sexual
palitando nos dentes
teu gozo cabal
com borboletas
no estômago
que só te dão
azia

24.10.2016

por: Antonio Lima Júnior

terça-feira, 18 de outubro de 2016

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Cabeça de nuvem

Cabeça de nuvem
se desprende da terra
vaga pelo universo
infinito como a tua grandeza
no fundo de um copo
de cachaça
que a tua falta
vai descer em cada gole
que eu tomar daqui pra frente


ao eterno amigo Philipe Thayslon (PH)
descanse em paz

12.10.2016

por: Antonio Lima Junior